balanço mensal

Em janeiro o consumo totalizou 4 220 GWh, repartido por 3 124 GWh no segmento convencional e 1 096 GWh no segmento de produção de energia elétrica. A ponta do consumo ocorreu no dia 9 às 20:00 com 12 824 MWh. O sistema foi abastecido com 93% de gás natural proveniente do terminal de GNL de Sines, onde descarregaram este mês 4 navios, e 9% da interligação com Espanha.

4 220 GWh
Consumo Total
93 %
aprovisionamento a partir do Terminal de GNL

Consumo

O consumo corresponde à totalidade do gás natural consumido mensalmente em Portugal Continental. Está repartido por dois segmentos de mercado principais: Mercado Elétrico, que corresponde ao gás natural consumido pelas centrais de ciclo combinado para produção de eletricidade, e Mercado Convencional que corresponde ao gás natural de consumo doméstico e industrial.
Por sua vez, o Mercado Convencional está repartido em três categorias: GRMS – Distribuição, que corresponde ao gás entregue nas GRMS para consumo nas Redes de Distribuição, Clientes Alta Pressão que corresponde ao gás entregue nas GRMS para consumo de clientes ligados diretamente à rede de Alta Pressão, e ainda UAG – Unidades Autónomas de Gaseificação que corresponde ao gás consumido a partir de reservatórios de GNL, unidades que não estão ligadas diretamente ao gasoduto.
O dia gás é definido como o período compreendido entre as 5h00 e as 5h00 do dia seguinte.
A Ponta corresponde ao valor máximo horário do consumo, no mês em causa e para cada segmento de mercado.
Os valores mensais apresentados são para o mês selecionado.
Os valores mensais acumulados apresentados são os valores acumulados desde o início do ano até ao final do mês selecionado.

 

Ponta [GWh]

2024
[GWh]
2023 [GWh] Variação
[%]
    MÊS ACUMULADO MÊS ACUMULADO MÊS ACUMULADO
CONSUMO TOTAL 12 824 4 220 4 220 3 962 3 962 6.5 6.5
MERCADO ELÉTRICO 6 795 1 096 1 096 950 950 15.4 15.4
MERCADO CONVENCIONAL 6 066 3 124 3 124 3 011 3 011 3.7 3.7
GRMS - Distribuição 4 238 1 985 1 985 2 048 2 048 -3.1 -3.1
AP - Clientes Alta Pressão 1 535 940 940 796 796 18.1 18.1
UAG - Unidades Autónomas de Gaseificação   199 199 167 167 18.8 18.8

Repartição do consumo

jan 24

Os valores mensais apresentados são para o mês selecionado.
Os valores anuais apresentados são os valores acumulados desde o início do ano até ao final do mês selecionado.

2024

Os valores mensais apresentados são para o mês selecionado.
Os valores anuais apresentados são os valores acumulados desde o início do ano até ao final do mês selecionado.

Balanço da RNTG

O balanço mensal da RNTG contabiliza as entradas e saídas de gás natural na RNTG (Rede Nacional de Transporte de Gás).
Nas entradas estão consideradas as duas vias de abastecimento do sistema nacional, interligações com Espanha através dos gasodutos de alta pressão e terminal de GNL de Sines, bem como o gás natural extraído do Armazenamento Subterrâneo injetado na Rede de Transporte.
As saídas do gás natural da RNTG estão agrupadas por três destinos: interligações, que correspondem ao gás natural exportado para Espanha através dos gasodutos de alta pressão, Armazenamento Subterrâneo, que corresponde ao gás natural injetado nas cavidades subterrâneas existentes no concelho de Pombal, onde fica armazenado, e GRMS que corresponde às saídas para consumo, incluindo entregas às Redes de Distribuição e a consumidores ligados diretamente à Rede de Transporte.
Os valores apresentados são mensais, para o mês selecionado e para o mês homólogo do ano anterior.

  2024 [GWh] 2023 [GWh] Variação [%]
 

jan 24

ACUMULADO

jan 23

ACUMULADO

MÊS

ACUMULADO

ENTRADAS 4 636 4 636 4 443 4 443 4.4 4.4
Interligações 334 334 201 201 66.0 66.0
Terminal GNL 3 975 3 975 4 242 4 242 -6.3 -6.3
Armazenamento Subterrâneo 328 328 0 0 > >
SAÍDAS 4 633 4 633 4 512 4 512 2.7 2.7
GRMS 4 021 4 021 3 794 3 794 6.0 6.0
Interligações 344 344 718 718 -52.1 -52.1
Armazenamento Subterrâneo 268 268 0 0 > >
EXISTÊNCIAS 319   318      

Balanço do Terminal de GNL

Balanço do Terminal de GNL – movimento mensal no Terminal de GNL de Sines. Nas entradas estão consideradas as descargas de navios metaneiros. Nas saídas estão consideradas a regaseificação do GNL e respetiva emissão para a Rede Nacional de Transporte de Gás Natural (RNTGN), o carregamento de camiões cisterna para abastecimento de Unidades Autónomas de Gaseificação (UAG) e as operações de carregamento de navios metaneiros.
Os valores apresentados são mensais, para o mês selecionado e para o mês homólogo do ano anterior.

  2024 [GWh] 2023 [GWh] Variação [%]
  jan 24 ACUMULADO jan 23 ACUMULADO MÊS ACUMULADO
ENTRADAS 3 562 3 562  2 913 2 913 22.3 22.3
Navios 3 562 3 562 2 913 2 913 22.3 22.3
Nigéria 1 883 1 883        
Rússia 0 0        
Estados Unidos 1 678 1 678        
Trinidade e Tobago 0 0        
Outros 0 0        
Nº Navios 4 4 3 3 33.3 33.3
SAÍDAS 4 181 4 181  4 413 4 413 -5.3 -5.3
RNTG 3 975 3 975 4 242 4 242 -6.3 -6.3
Navios 0 0 0 0 - -
Nº Navios 0 0 0 0 - -
Cisternas 205 205 171 171 20.2 20.2
Nº Cisternas 698 698 576 576 21.2 21.2
EXISTÊNCIAS 1 118   1 257      
[%] 41.9   47.1      

Balanço do Armazenamento Subterrâneo

Balanço mensal do Armazenamento Subterrâneo – movimentos de injeção/extração nas cavernas subterrâneas, no concelho de Pombal. A injeção corresponde à entrada de gás natural do Armazenamento Subterrâneo e a extração à saída de gás natural do Armazenamento Subterrâneo. As existências correspondem à quantidade útil de gás natural armazenado no final do mês.
Os valores apresentados são mensais, para o mês selecionado e para o mês homólogo do ano anterior.

  2024[GWh] 2023 [GWh] Variação [%]
 

jan 24

ACUMULADO

jan 23

ACUMULADO

MÊS

ACUMULADO

ENTRADAS 268 268 0 0 > >
Injeção 268 268 0 0 > >
SAÍDAS 328 328 0 0 > >
Extração 328 328 0 0 > >
EXISTÊNCIAS 3 671   3 899      
[%] 102.8   109.2      

Repartição do aprovisionamento

jan 24

O aprovisionamento do mercado nacional de gás natural é assegurado a partir das interligações com Espanha, através dos gasodutos de alta pressão, e do terminal de GNL de Sines, onde o gás natural liquefeito (GNL) é descarregado por navios metaneiros, armazenado e posteriormente regaseificado e injetado na RNTG.
Os valores apresentados são mensais, para o mês selecionado.
Os valores anuais apresentados são os valores acumulados desde o início do ano até ao final do mês selecionado.

2024

O aprovisionamento do mercado nacional de gás natural é assegurado a partir das interligações com Espanha, através dos gasodutos de alta pressão, e do terminal de GNL de Sines, onde o gás natural liquefeito (GNL) é descarregado por navios metaneiros, armazenado e posteriormente regaseificado e injetado na RNTG.
Os valores apresentados são mensais, para o mês selecionado.
Os valores anuais apresentados são os valores acumulados desde o início do ano até ao final do mês selecionado.